Umbanda cobra?

Hoje iremos entender um pouco sobre o tema tão argumentado por ai a fora que é: Umbanda cobra?

Já disse por aqui inúmeras vezes que a Umbanda é paz amor e caridade, assim como já dizia caboclo das sete encruzilhadas: “Umbanda é a manifestação do espirito para a caridade”.
E a palavra caridade já diz tudo, caridade é algo que não se cobra, é algo que você faz de coração, sem esperar recompensa, pois caridade não é barganha, ou seja, UMBANDA NÃO COBRA.
Nenhum terreiro deve cobrar por trabalhos ou atendimentos, e pouco importa se esse atendimento é dentro do horário comercial, fim de semana, no dia do natal ou ano novo, Umbanda NUNCA vai cobrar. E se você for em algum terreiro e lá te cobrarem para participar da gira, aquilo não é nem de longe um terreiro de Umbanda.

Nos terreiros existem a mensalidade, que é paga pelos médiuns da corrente para o terreiro, e sim essa mensalidade é muito importante, mas quem dá mensalidade são os filhos de fé da casa e não os consulentes, afinal, um terreiro sempre irá viver de doação. Então quando um consulente quer doar algo, que assim sejam velas, um charuto, e isso sempre deve ser do que vem do coração do consulente, ou seja, não é algo obrigatório. Mas sim em todo terreiro de Umbanda tem o pagamento da mensalidade, que geralmente não passa de 50 reais, tem terreiros que cobram 10, 5 reais, e tem até aqueles que não cobram mensalidade. E se o Filho de Santo não tem condições de pagar a mensalidade, também não terá problema nenhum nisso, ele continuará fazendo parte da casa, e a casa vai se movimentar para poder ajudar esse filho.
Quando os Pais de Santo tem condições de manter o terreiro sem receber uma mensalidade, eles não cobram, mas sabemos bem que manter um terreiro é algo muito caro, que dá muitas despesas e por isso que as doações são tão importantes.
Se você vai ir visitar um terreiro e tem condições de levar 1 quilo de vela como doação, leve. Afinal uma mão lava outra, pois você irá passar na entidade que estará usando uma vela, usando um charuto para te defumar, e isso tudo é gasto, isso tudo tem preço, por isso é muito importante que as pessoas tenham a consciência da doação na Umbanda, que é algo muito diferente da barganha, do cobrar 30 reais para conversar com um Exú, por exemplo.

A mensalidade de um terreiro existe para ajudar nas contas, no aluguel, na compra de materiais litúrgicos, ou seja, esse é o único tipo de “gasto” que existe dentro da Umbanda, fora isso não deve ter cobrança de nada.
Se um dia você chegar em algum terreiro e te cobrarem algum valor por uma entrega dizendo que você esta “carregado”, ou que seus caminhos estão fechados, e vai custar R$400. Foge que é roubada! Quando você realmente precisa de uma entrega, o certo é que te passem a lista de materiais e você mesmo compre, com isso, alguém do terreiro pode te ajudar a fazer essa entrega, isso se você quiser, se não, eles vão te explicar, vão te ensinar a fazer e você vai lá e faz, sem ter que pagar ao terreiro por isso.

Eu particularmente acho que terreiro não se deve aceitar nem doação de dinheiro, e sim dos materiais de uso e consumo, dos objetos propriamente ditos, como um copo descartável, guardanapo, produtos de limpeza, produtos de uso na cantina, e outras coisas. Mas nunca aceitar doações de dinheiro.

E por falar em cantina, essa é uma outra forma que os terreiros encontram de arrecadar dinheiro para as despesas como aluguel, conta de água e luz, afinal, quando vamos em um terreiro usamos água, luz e por ai vai, sendo assim os Pais e Mães de Santo precisam encontrar maneiras de conseguir arrecadar quantias em dinheiro para conseguir pagar as coisas, mas isso nunca vai ser pedindo dinheiro nem pra consulente e nem para Filho de Santo.

O Filho de Santo que geralmente paga sua mensalidade, já está ajudando com o custeio, de resto, doa o que achar que deve doar, podendo doar um bolo para vender na cantina, um salgado, refrigerante, etc. E e disse dinheiro vai servir para a manutenção de uma luz que queima, um piso que quebra dentro do terreiro.

E é assim, dessa forma que o terreiro recebe ajuda para se manter, afinal Pai e Mãe de Santo também têm sua própria casa para manter, com seus filhos de sangue, sua água e luz para pagar. E na maioria das vezes os Pais de Santo não são milionários, ou seja, não conseguem manter 2 casas. E também é por esse motivo que muitos terreiros são em quartinhos, nos fundos de quintal, num porão. Porque é o único jeito que se consegue manter um terreiro, pois, se sair para alugar um lugar fica caro e vai precisar de mais dinheiro, então ficam lá no simples. Que eu acho lindo, eu acho incrível! Terreiros simples são onde achamos os grandes axés, não que os mais sofisticados não tenham, mas terreiro simples sempre costumam ter característica de ter uma energia maravilhosa.

Em geral, quem é Mãe ou Pai de Santo vive dedicado à isso. Não tem tempo para fazer outras atividades, por que toma um tempo danado. E por esse motivo dependem de doações para manter aquele lugar.

LEMBRE-SE: Você não deve pagar para passar com uma entidade, nem para tomar um descarrego, por um banho de defesa ou qualquer tipo de trabalho!

A Umbanda é caridade pura e, precisa dela também! Ela te doa, mas precisa de sua doação para conseguir continuar te doando. Até porque ela se manifesta aqui na Terra, onde tudo tem um valor monetário. Ela não vai te cobrar dinheiro, mas se você tiver condições de doar e ajudar com algo, é sempre bom, lembrando que é dentro das condições de cada um, se você não tiver condições tudo bem, não vai deixar de ser atendido ou ajudado, afinal o que a Umbanda quer mesmo é que você e seu coração estejam bem, o resto pouco importa!

Umbanda não cobra e se cobra não é Umbanda, em um terreiro de Umbanda Pai e Mãe de Santo devem ser inteligentes e criativos, vendendo camisetas, guias, feijoada, etc. E nisso deve tomar muito cuidado, pois a Umbanda é caridade sim, mas tem pessoas que gostam de usar isso como desculpa para querer uma camiseta de graça, uma guia de graça, querendo coisas da loja do terreiro de graça, aproveitando-se da frase “Umbanda é caridade”, nada mais oportunista do que isso, não é mesmo?
Tem gente que quer ir ao terreiro receber ajuda, mas na hora de ajudar, não faz nada por simples oportunismo.

Então lembre-se, sem ajuda um terreiro não permanece vivo, e você não conseguirá ter ajuda, então pense nisso sempre que vier o julgamento na sua cabeça, quando tiver uma lojinha, uma cantina ou venda de produtos em um terreiro.

UMBANDA É CARIDADE, MAS ELA TAMBEM PRECISA DA CARIDADE PARA CONTINUAR ACONTECENDO!

Por hoje é só pessoal!

Fiquem com Deus! Axé!

Segue a gente lá no Instagram: @nossaumbandaa

Se inscreva em nosso canal no Youtube: Nossa Umbanda

E nos siga no Facebook: Nossa Umbanda

One thought on “Umbanda cobra?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.